17.3 C
São Paulo
sexta-feira, outubro 22, 2021

Padre que viveu no Brasil é reconhecido como Servo de Deus pelo Papa

Papa reconheceu as virtudes heroicas de 7 servos de Deus. Entre eles está Padre Albino Alves da Cunha que viveu no Brasil, exercendo seu múnus sacerdotal em Catanduva.

Papa reconheceu as virtudes heroicas de 7 Servos de Deus. Entre eles está o Padre Albino Alves da Cunha que viveu no Brasil exercendo seu múnus sacerdotal em Catanduva.

Redação (20/02/2021, 14:30, Gaudium Press) Na manhã deste sábado, 20/02, O Papa Francisco recebeu em audiência o cardeal Marcello Semeraro, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos e autorizou a promulgação de decretos que reconhecem um milagre e as virtudes heroicas de sete Servos de Deus.

Entre os Servos de Deus está o sacerdote diocesano natural de Portugal, Padre Albino Alves da Cunha e Silva, que nasceu em 22 de setembro de 1882 em Codeçôso, em Portugal, e faleceu em 19 de setembro de 1973 em Catanduva, no Estado de São Paulo, onde exerceu seu múnus sacerdotal.

Por ocasião de sua morte, o corpo de Padre Albino, embalsamado, ficou exposto em câmara ardente no átrio da capela do hospital que tem seu nome.

O sepultamento de Padre Albino foi realizado depois de permanecer exposto por dois dias. Um impressionante cortejo com mais de 30 mil pessoas conduziu seus restos mortais até Cemitério de Nossa Senhora do Carmo, em Catanduva, onde foi sepultado.

Foram promulgados decretos reconhecendo milagres e virtudes heroicas de sete Servos de Deus

A autorização conferida pelo Papa a Dom Marcello Semeraro, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos promulga decretos que reconhecem um milagre e as virtudes heroicas de sete Servos de Deus:

– do milagre, atribuído à intercessão da Venerável Serva de Deus Armida Barelli, da Ordem Terceira Secular de São Francisco, cofundadora do Instituto Secular das Missionárias da Realeza de Nosso Senhor Jesus Cristo; nascida em 1º de dezembro de 1882 em Milão (Itália) e falecida em Marzio (Itália) em 15 de agosto de 1952;

– das virtudes heroicas do Servo de Deus Ignazio di San Paolo (Giorgio Spencer), sacerdote da Congregação da Paixão de Jesus Cristo; nascido em 21 de dezembro de 1799 em Londres (Inglaterra) e falecido em Carstairs (Escócia) em 1º de outubro de 1864;

– das virtudes heroicas da Serva de Deus Maria Felicita Fortunata Baseggio (Anna Clara Giovanna), religiosa da Ordem de Santo Agostinho; nascida em 5 de maio de 1752 em Ferrara (Itália) e falecida em Rovigo (Itália) em 11 de fevereiro de 1829;

– das virtudes heroicas da Serva de Deus Floralba Rondi (Luigia Rosina), religiosa da Congregação das Irmãs das Pobrezinhas – Instituto Palazzolo; nascida em 10 de dezembro de 1924 em Pedrengo (Itália) e falecida em Mosango (República Democrática do Congo) em 25 de abril de 1995;

– das virtudes heroicas da Serva de Deus Clarangela Ghilardi (Alessandra), religiosa da Congregação das Irmãs das Pobrezinhas – Instituto Palazzolo; nascida em 21 de abril de 1931 em Trescore Balneario (Itália) e falecida em Kikwit (República Democrática do Congo) em 6 de maio de 1995;

– das virtudes heroicas da Serva de Deus Dinarosa Belleri (Teresa Santa), religiosa da Congregação das Irmãs das Pobrezinhas – Instituto Palazzolo; nascida em 11 de novembro de 1936 em Cailina di Villa Carcina (Itália) e falecida em Kikwit (República Democrática do Congo) em 14 de maio de 1995;

– das virtudes heroicas da Serva de Deus Elisa Giambelluca, fiel leiga, membro da Instituição Teresiana; nascida em 30 de abril de 1941 em Isnello (Itália) e falecida em Roma (Itália) em 5 de julho de 1986. (JSG)

The post Padre que viveu no Brasil é reconhecido como Servo de Deus pelo Papa appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias