[bmto id=”1″]https://www.youtube.com/watch?v=HKbdHvFQSe4[/bmto]

O Pontífice embarca na sexta-feira (31) para Romênia em mais uma viagem apostólica internacional. Depois de 20 anos da visita de João Paulo II ao país, Papa Francisco volta para uma intensa agenda, tendo como ápice, a beatificação dos mártires do comunismo. Uma mensagem em vídeo mostra a expectativa do Pontífice.

Em mensagem em vídeo divulgada na noite desta terça-feira (28), em língua italiana, o Papa começa saudando cordialmente o povo da Romênia, um “país belo e acolhedor”, e afirma que fará a visita “como peregrino e irmão”.
O Papa então citou os irmãos Pedro e André, os Apóstolos de Cristo, para falar dos laços de fé que unem os cristãos.
“Aguardo com grande expectativa a alegria de encontrar o Patriarca e o Sínodo Permanente da Igreja Ortodoxa Romena, como também os pastores e os fiéis católicos. Os laços de fé que nos unem remontam aos Apóstolos, em especial, o vínculo que uniu Pedro e André, que, segundo a tradição, levou à fé às terras de vocês. Irmãos de sangue, eles também derramaram o sangue pelo senhor. E, entre vocês, foram tantos os mártires, mesmo nos últimos tempos, como os sete bispos greco-católicos que terei a alegria de proclamar Beatos. Aquilo pelo que sofreram, a ponto de oferecer a vida, é uma herança muito preciosa para ser esquecida. E é uma herança comum, que nos chama a não nos distanciarmos do irmão que a compartilha.”
O Papa Francisco finalizou a mensagem, assegurando proximidade na oração e enviando a sua bênção, além de enaltecer o percurso que será feito durante a viagem – uma caminhada conjunta:
“Vou até vocês para caminharmos juntos. Caminhamos juntos quando aprendemos a preservar as raízes e a família, quando cuidamos do futuro dos filhos e do irmão que está ao lado, quando vamos além dos medos e das suspeitas, quando derrubamos as barreiras que nos separam dos outros.”

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

quatro × 4 =