InícioNotícias da IgrejaPapa Francisco aos novos cardeais: é preciso repensar com gratidão no dom...

Papa Francisco aos novos cardeais: é preciso repensar com gratidão no dom de ter sido evangelizados

Published on

Neste sábado, 30 de setembro, o Sumo Pontífice presidiu um consistório na Praça de São Pedro, criando 21 novos cardeais. Uma cerimônia que, mais uma vez, reflete as escolhas pastorais do Papa argentino.

Foto: Vatican News

Foto: Vatican News

Redação (30/09/2023 14:35, Gaudium Press) Em sua homilia, o Pontífice destacou o texto dos Atos dos Apóstolos que narra Pentecostes, o batismo da Igreja. Com efeito, esta Igreja una, santa, católica e apostólica – que nasceu em Pentecostes, quando os apóstolos se reuniram em Jerusalém juntamente com os judeus que ali viviam, mas também com partos, medos, elamitas e muitos outros povos de vários países que os ouviram falar nas suas próprias línguas – Francisco a distingue hoje no novo Colégio Cardinalício, ampliado com a criação de 21 cardeais, dos quais 18 são eleitores e 3 não eleitores.

O Papa comparou o Colégio Cardinalício à imagem de uma orquestra sinfônica, que representa dimensão harmônica e a sinodalidade da Igreja. “Digo também ‘sinodalidade’ não só porque estamos às vésperas da primeira Assembleia Sinodal, que tem justamente esse tema, mas porque me parece que a metáfora da orquestra pode muito bem iluminar o caráter sinodal da Igreja. A sinfonia vive da hábil composição de sons de vários instrumentos: cada um deles contribui, às vezes sozinho, às vezes em combinação com algum outro, às vezes com todo o conjunto. A diversidade é necessária, é essencial. Mas todo som deve contribuir para um projeto comum. Para isso, a escuta mútua é fundamental: todo músico deve ouvir os outros, com fidelidade à obra que está a ser executada”, disse.

Francisco propôs aos membros do Colégio Cardinalício, “na consoladora confiança de que temos como maestro o Espírito Santo, que é o maestro interior de cada um e o maestro do caminhar juntos: que seja Ele o protagonista, a própria harmonia”.

O Santo Padre enfatizou que é preciso repensar com gratidão no dom de ter sido evangelizados e de ter sido tirados de povos que, cada um no seu tempo, receberam o Kerygma, o anúncio do mistério de salvação, e acolhendo-o foram batizados no Espírito Santo e passaram a fazer parte da Igreja: a Igreja Mãe, que fala em todas as línguas, que é una e é católica.

A graça do Evangelho deve suscitar maravilha e gratidão pela Boa Nova que nos chegou “em nossas línguas, através dos lábios e gestos de nossos avós e nossos pais, de catequistas, de padres, de religiosos”, também transmitido “em dialeto, por mães e avós”.

O Papa sublinhou que somos evangelizadores na medida em que conservamos no coração a maravilha e a gratidão de ter sido evangelizados; melhor, de ser evangelizados, porque trata-se, na realidade, de um dom sempre atual, que pede para ser continuamente renovado na memória e na fé. “Evangelizadores e evangelizados, e não funcionários”.

Francisco recordou que Pentecostes – tal como o Batismo de cada um de nós – não é um fato do passado, mas “um ato criador que Deus renova continuamente”, um “mistério sempre atual” do qual “vive a Igreja e cada um dos seus membros”. Porque a Igreja “não vive ‘de renda’”, “muito menos de um patrimônio arqueológico”, mas “vive do dom de Deus, pela ação do Espírito Santo”.

“Hoje, à luz da Palavra, podemos compreender esta realidade: vós, neocardeais, viestes de diferentes partes do mundo e o mesmo Espírito Santo que tornou fecunda a evangelização dos vossos povos renova agora em vós a vossa vocação e missão na Igreja e para a Igreja”, frisou o Papa Francisco.

Com informações Vatican News

The post Papa Francisco aos novos cardeais: é preciso repensar com gratidão no dom de ter sido evangelizados appeared first on Gaudium Press.

Últimas Notícias

Congresso Eucarístico Nacional é realizado na Guatemala

Realizado na cidade de Quetzaltenango, o evento teve início na última quarta-feira, 10 de...

Beato Carlos de Blois: senhor feudal perfeito

Governador e patriarca da Bretanha – Noroeste da França –, aristocrata e batalhador que...

Sexta-feira da 14ª semana do Tempo Comum

(verde – ofício do dia) Recebemos, Senhor, vossa misericórdia no meio do vosso templo. Como...

Incêndio na torre da Catedral de Rouen

As imagens da torre em chamas da Catedral de Rouen evocam o terrível incêndio...

Audio-Book

148. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=8gGGSaTK2ic Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Quarta Dor...

147. II. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=63iCH0qZxGY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...

146. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=4b50saBVvfY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...