17 C
São Paulo
terça-feira, junho 14, 2022

Papa Francisco recebe a Federação das famílias católicas da Europa

O Papa Francisco recebeu na Sala Clementina do Vaticano uma delegação dos representantes da Federação das Associações de Famílias Católicas na Europa

Redação (11/06/2022 07:00, Gaudium Press) Na manhã da última sexta-feira, 10 de junho, o Papa Francisco recebeu na Sala Clementina do Vaticano, a federação das associações das famílias católicas da Europa (FAFCE).

A Federação que comemora 25 anos de existência este ano, teve a oportunidade de encontrar-se com o Pontífice um pouco antes do encontro mundial das famílias que acontecerá no Vaticano, entre os dias 22 e 26 de junho.

Compromisso e missão da FAFCE

Francisco ressaltou o compromisso dos membros da federação no continente europeu “em uma época trágica para as famílias, por causa da guerra na Ucrânia”.

A FAFCE tem duas missões principais. A primeira é fazer conhecer a voz das famílias católicas junto às instituições europeias e a segunda é fortalecer e favorecer o contato entre as famílias pelo continente.

Francisco não deixou de elogiar este duplo objetivo, que está “em consonância com o caminho sinodal que nós vivemos”, explicou o Santo Padre.

Os desafios encontrados na sociedade atual 

Durante o encontro, o Papa Francisco recordou problemas da sociedade entre os quais a “barriga de aluguel” é uma prática cada vez mais frequente e na qual “as mulheres, quase sempre pobres, são exploradas e as crianças tratadas como uma mercadoria”.

Além disso, Francisco falou da pornografia que considera um ataque à dignidade do ser humano. O Papa explicou que é preciso “declarar a pornografia como uma ameaça à saúde pública”.

E ainda acrescentou afirmando que: “Seria uma grande ilusão pensar que uma sociedade em que o consumo anormal de sexo na internet e desenfreado entre os adultos seja capaz de proteger efetivamente os menores”.

“Deserto demográfico”, pandemia e amor mútuo 

Francisco abordou igualmente outros assuntos, tais como a diminuição de nascimentos na Europa, fenômeno que chama habitualmente de “deserto demográfico”. E explicou que o fato de ter filhos não pode ser considerado como uma “falta de responsabilidade” porque os filhos “são um recurso indispensável para o futuro”, explicou.

O Santo Padre abordou a realidade da solidão que tornou-se mais patente com a pandemia e mostrou que as famílias têm um antídoto contra a solidão. O Papa evocou também o amor entre o homem e a mulher que é um reflexo do amor de Deus para com o ser-humano: “destinado a ser fecundo e a realizar-se no trabalho comum da ordem social e no cuidado da criação”. (FM)

Com informações Vatican News.

The post Papa Francisco recebe a Federação das famílias católicas da Europa appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias