A finalidade dos milagres de Jesus, inclusive das curas e ressurreições, não era nem satisfazer a curiosidade do povo nem erradicar, de uma vez por todas, as mazelas deste vale de lágrimas em que vivemos, mas confirmar de modo claro e suficiente à inteligência de todos a sua missão divina, como Cristo de Israel e Filho de Deus encarnado. Os seus milagres são como palavras vivas e visíveis, como um dedo que, apontando para a luz, quer chamar a nossa atenção, não para si, mas para o foco luminoso que é a verdade do seu testemunho, da sua doutrina. Assista à homilia do Padre Paulo Ricardo para esta segunda-feira, dia 14 de outubro, e respondamos com fé ao apelo que Ele com tanto amor nos dirige: “Crede-me: estou no Pai, e o Pai em mim. Crede-o ao menos por causa dessas obras”. (Nosso curso sobre “Os Quatro Temperamentos” será lançado amanhã! Inscreva-se e venha participar conosco: https://bit.ly/SejaAlunoO4T!)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here