Quais são os Santos celebrados no mês de setembro?

Must Read

URGENTE: Ataque Terrorista Islâmico a faca deixa ao menos três mortos e vários feridos em igreja na França

Um agressor com uma faca matou ao menos três pessoas e deixou vários feridos por volta das 9h (horário...

Papa celebrará missa pelos fiéis defuntos em cemitério Teutônico

A celebração será realizada de forma totalmente privada, ou seja, sem a participação dos fiéis. Em seguida, o Pontífice...

Vírus Católico, República Universal e Autoridade Verdadeira

Os santos dão o exemplo de como atravessar os períodos conturbados da História, especialmente quando tudo parece ir à...


Todos os dias a Igreja Católica recorda daqueles que deram um testemunho fiel de sua Fé cristã ao longo da vida. Confira aqui alguns dos Santos que comemoramos durante o mês de setembro.

Redação (31/08/2020 16:00, Gaudium Press) Confira os principais Santos celebrados durante o mês de setembro:

01 de setembro: Santa Beatriz da Silva

Nascida no século XV no norte da África, cultivou uma grande devoção a Nossa Senhora da Conceição, fundando mais tarde a Ordem das Monjas Concepcionistas, que seguem uma estrita vida de clausura se dedicando a oração, penitência e trabalho. Esta comunidade religiosa herdou três devoções de Santa Beatriz: o amor à Maria Imaculada, a Paixão de Jesus Cristo e a Santíssima Eucaristia.

02 de setembro: Bem-aventurada Ingrid

Nasceu no século XIII, em uma nobre família, na Suécia. Desde pequena manifestou seu desejo de seguir a vida religiosa, porém, como era tradição na nobreza, casou-se com um homem rico da época. Quando se tornou viúva fez seus votos perpétuos e fundou um mosteiro, sob as Regras de são Domingos, junto ao qual dedicou-se totalmente à oração, à contemplação e à austeridade religiosa.

03 de setembro: São Gregório Magno, Papa

Nasceu no ano de 540, sendo educado em uma família muito cristã. Se tornou prefeito de Roma e após oferecer um palácio para que um grupo de monges beneditinos fundarem um convento, sentiu um forte chamado para a vocação religiosa. Renunciando sua vida pública e ingressou no convento. Pouco tempo depois foi eleito Papa. Durante seu pontificado instituiu a observância do celibato, a introdução do Pai-Nosso na missa e o canto gregoriano.

04 de setembro: Santa Rosália

Nascida no ano de 1125 em uma família muito abastada, aos 14 anos abandonou a vida da corte e se refugiou em uma caverna, levando consigo apenas um crucifixo e as roupas do corpo. Ali seguiu uma vida eremítica de oração e penitência. Mesmo vivendo isolada, participava da liturgia e recebia orientação espiritual em um convento beneditino que ficava próximo da caverna. Dentre os vários milagres atribuídos à sua intercessão está a extinção da peste que no século XII devastou a Sicília.

05 de setembro: Santa Teresa de Calcutá

Nascida em 27 de agosto de 1910 na Albânia, foi batizada com o nome de Agnes Gonxha Bojaxhiu. Aos 18 anos, ingressou como religiosa na Casa Mãe das Irmãs de Nossa Senhora de Loreto, na Irlanda. Em 1931 foi enviada para a Índia, onde tomou o nome de Teresa, inspirada no exemplo da santa carmelita de Lisieux. Em 1949 fundou as Missionárias da Caridade, dedicando-se à evangelização entre os mais pobres de Calcutá. Em 1979 recebeu o prêmio Nobel da Paz. Foi beatificada pelo Papa João Paulo II no dia 19 de outubro de 2003, Dia Mundial das Missões e canonizada pelo Papa Francisco no dia 04 de setembro de 2016.

06 de setembro: São Liberato de Loro

Nascido no século III, na Itália, abandonou sua vida de luxo para atender o chamado de Deus a uma vida de Fé. Foi ordenado sacerdote, consagrando sua vida à penitência e às orações contemplativas. Vestiu o hábito da Ordem dos Frades Menores de São Francisco retirando-se no convento franciscano de Sofiano, onde viveu uma vida de virtudes e santidade.

07 de setembro: São Clodoaldo, Confessor

Nasceu por volta do ano 530, sendo neto do rei da França convertido por sua esposa, Santa Clotilde, de onde recebeu sólida formação catequética. Em sua adolescência assistiu o assassinato dos seus irmãos e prometeu se vingar. Entretanto, ao conhecer São Severino abandonou esse sentimento de vingança e ingressou em um mosteiro, onde foi ordenado e tornou-se um missionário pregador. Clodoaldo foi o primeiro príncipe francês a ser canonizado.

08 de setembro: Natividade de Nossa Senhora

Nove meses depois de comemorar a Imaculada Conceição de Nossa Senhora, a Igreja celebra a festividade do seu Nascimento. Se fazia necessário a construção da casa antes que o Rei descesse para habitá-la, sendo Maria esta “casa” construída com sete colunas, representando os sete dons do Espírito Santo. De acordo com uma antiga tradição os pais de Nossa Senhora, São Joaquim e Santa Ana, não podiam ter filhos, até que em meio às lágrimas, penitências e orações, alcançaram esta graça de Deus.

09 de setembro: São Pedro Claver

Nasceu em Verdú, na Catalunha, no ano de 1580. Aos 21 anos ingressou na Companhia de Jesus em Barcelona. Após os estudos foi ordenado sacerdote e enviado como missionário à Cartagena, na Colômbia. Viveu seu apostolado servindo e cuidando dos escravos física e espiritualmente por mais de quarenta anos, tendo inclusive feito voto de passar a vida inteira à serviço dos negros escravos. Foi declarado por São Pio X como padroeiro especial de todas as missões entre os negros.

10 de setembro: São Nicolau Tolentino

Nasceu na Itália em 1245. Desde criança suas preocupações eram as orações, o jejum e uma enorme compaixão pelos menos favorecidos. Em 1274 ingressou na comunidade dos agostinianos, onde foi ordenado sacerdote. Era dotado de grande carisma e dons especiais. Suas pregações eram alegres e consoladoras na Providência Divina, e através de seu exemplo, levava os fiéis a praticar a penitência. Se revelou também um dos mais significativos apóstolo do confessionário da Igreja, passando horas atendendo penitentes de todas regiões.

11 de setembro: São João Gabriel Perboyre

Nasceu no ano de 1802, na França. Aos 14 anos ingressou na Congregação da missão fundada por São Vicente de Paulo. Em 1826 foi ordenado sacerdote e em 1835 foi enviado em missão para Macau na China, onde se disfarçou de chinês, aprendeu o idioma e os costumes locais, pois a presença de estrangeiros era proibida por lei. Acabou sendo denunciado, perseguido e preso. Durante o período em que passou no cativeiro, sofreu cruéis torturas, até ser amarrado em uma cruz e morrer estrangulado. Ele foi o primeiro missionário da China a ser declarado santo pela Igreja.

12 de setembro: São Guido de Anderlecht

Nasceu no século X na Bélgica. Em sua juventude, doou aos necessitados tudo o que possuía. Vestindo o hábito de peregrino dedicou sua vida às orações, à penitência e ao serviço dos pobres e doentes. Durante sete anos peregrinou pelos maiores santuários da cristandade na Europa, visitando também a Terra Santa. É tido como protetor dos cocheiros, em especial dos cavalos.

13 de setembro: São João Crisóstomo

Nascido em Antioquia no ano de 348, desde cedo apresentou uma “alma monástica”, passando anos no deserto em silêncio. Voltando para Antioquia foi ordenado sacerdote e se destacou por seu dom de comunicar a Palavra de Deus, o que lhe deu o título de Boca de ouro. Após inúmeros pedidos do imperador assumiu o governo pastoral da Diocese de Constantinopla. Suas pregações contra o luxo e a imoralidade da vida social lhe causaram problemas com a imperatriz Eudóxia que lhe mandou para dois exílios, sendo que o último lhe custou a vida devido a maus tratos.

14 de setembro: Exaltação da Santa Cruz

Com a cruz, partilhamos com Cristo sua Paixão e a salvação do mundo. Ela não é apenas um objeto ornamental e não pode ser reduzida a um objeto de superstição.

Esta festividade surgiu em Jerusalém, nos primeiros séculos do Cristianismo, sendo comemorada no dia em que a cruz de Nosso Senhor foi encontrada. Com grande rapidez esta celebração se estendeu pelo Oriente e depois por toda a cristandade. Em Roma, era comemorada através de uma solene procissão que se dirigia de Santa Maria Maior a São João de Latrão para venerar a cruz. No início do século VII, os persas saquearam Jerusalém, destruíram muitas basílicas e se apoderaram das sagradas relíquias da Santa Cruz que, pouco depois, foram recuperadas pelo imperador Heráclio.

15 de setembro: Nossa Senhora das Dores

Esta é uma antiga devoção na qual Nossa Senhora é representada sendo ferida por sete espadas no seu Coração Imaculado (algumas vezes uma só espada), dado ter sido trespassada por uma espada de dor, à vista da Paixão e Morte de seu Divino Filho. Ela Se uniu ao sacrifício do Redentor, sendo por isso chamada por muitos santos e teólogos de Corredentora do gênero humano. Ela também é frequentemente representada com uma expressão dolorida diante da Cruz, contemplando o filho morto, ou segurando em seus braços Nosso Senhor Jesus Cristo morto.

16 de setembro: São Cornélio Papa

Século III. Durante seu pontificado teve que lidar com Novaciano, que se proclamou o antipapa, criando o primeiro cisma da Igreja. Durante este período a Igreja se dividiu entre os seguidores de São Cornélio favoráveis a admissão dos “lapsi” (desertores da Fé Católica) de volta à Igreja, e os seguidores de Novaciano que defendia a exclusão destes pecadores. O imperador pagão Valeriano, exilou São Cornélio e o sentenciou ao martírio por não aceitar prestar o culto aos deuses pagãos.

17 de setembro: São Roberto Belarmino

Nascido em 04 de outubro de 1542 na Itália, concluiu seus estudos no ano de 1571 se tornando sacerdote e ingressando na Companhia de Jesus. Escreveu três volumes de uma das obras teológicas mais consultadas se todos os tempos “As Controvérsias Cristãs sobre a Fé”, um tratado sobre todas as heresias. Durante muitos anos trabalhou como assessor dos pontífices romanos. Foi proclamado doutor da Igreja.

18 de setembro: São José Copertino

Nasceu no ano de 1603 na Itália. Sua limitação de inteligência e dificuldades nos trabalhos manuais, eram compensadas de maneira extraordinária no campo da oração e da caridade. Foi despedido de dois conventos por não conseguir corresponder aos ofícios e serviços comuns. Pela intercessão da Santíssima Virgem, conseguiu ingressar em um convento franciscano e e ser ordenado sacerdote. Fenômenos místicos acompanhados de curas milagrosas, que o tornaram conhecido e procurado por muitas pessoas. Foi beatificado por Bento XIV em 1753 e canonizado por Clemente XIII em 1767.

19 de setembro: São Januário ou Gennaro

No ano 304, o imperador romano Diocleciano desencadeou a última e mais violenta perseguição contra a igreja. O bispo Januário foi preso junto com mais alguns membros do clero, sendo todos julgados e sentenciados à morte. Foram jogados aos leões, porém as feras tornaram-se mansas e não lhes fizeram mal. O imperador determinou, então, que fossem todos degolados ali mesmo. A esse santo é atribuído o “milagre do sangue de São Januário”, ou Gennaro (em italiano). Durante a sua festa a relíquia do seu sangue se liquefaz, adquirindo a aparência de recém-derramado e a coloração vermelha.

20 de setembro: Santo André Kim e companheiros

André nasceu em 1821 na Coreia. Aos quinze anos foi enviado para a China, onde se tornou diácono, em 1844. Mais tarde foi ordenado sacerdote. Por conta de sua condição de nobre e conhecedor dos costumes e pensamento local, obteve ótimos resultados em seu apostolado evangelizador. Mas acabou sendo descoberto e preso junto de companheiros de sua comunidade. Após ser severamente torturado por um longo período e foi martirizado junto de seus companheiros em Seul, Coréia, por não renegar a Fé Católica. Em 1984 o Papa João Paulo II canonizou Santo André Kim e seus companheiros mártires.

21 de setembro: São Mateus Apóstolo e Evangelista

Nasceu com o nome de Levi. Ao receber o convite de Jesus largou sua antiga vida de cobrador de impostos e seguiu sua vocação de apóstolo, mudando seu nome para Mateus que significa “dom de Deus”. Morreu por ordem do rei Hitarco, por não ter intercedido em favor do pedido de casamento feito pelo monarca, e recusado pela jovem Efigênia, que havia decidido consagrar-se a Jesus. É o padroeiro da cidade italiana de Salerno, onde se encontram suas relíquias.

22 de setembro: São Maurício e companheiros, Mártires

Por volta do ano 301 Maurício e seus companheiros foram chamados para defender as fronteiras do Império Romano no Oriente. Para comemorar a vitória dessa missão, o imperador Diocleciano mandou o exército descansar e realizar uma oferenda de sacrifícios aos deuses como agradecimento. Os soldados cristãos se opuseram a ordem ressaltando estarem prontos a obedecerem a tudo que não contrariasse a lei de Jesus Cristo. Por conta disso, foram martirizados, dando seu testemunho de Fé.

23 de setembro: Santo Padre Pio de Pietrelcina

Nascido no dia 25 de maio de 1887 em Pietrelcina na Itália, aos 15 anos Padre Pio ingressou na Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, sendo ordenado em 1910. Recebeu os estigmas, sinais da Paixão de Jesus Cristo, em seu próprio corpo. Entregando-se inteiramente ao Ministério da Confissão, buscava por meio desse sacramento aliviar os sofrimentos de seus fiéis e libertá-los das garras do demônio. Foi beatificado no dia 2 de maio de 1999 pelo Papa João Paulo II e canonizado no dia 16 de Junho de 2002.

24 de setembro: Santo Gerardo Sagredo

Nasceu no ano de 980 em Veneza. Ingressou na Ordem Beneditina, na qual se tornou abade. Voltando de uma viagem à Terra Santa, passou pela Hungria e a pedido do rei, Santo Estevão, assumiu a missão de evangelizar aquela nação. Se tornou Bispo e conseguiu acabar com a idolatria pagã na região. Com a morte do monarca, começaram as perseguições dos que queriam restabelecer o regime pagão. O Santo Bispo morreu em 1046 ferido por uma lança. É festejado como o “Apóstolo da Hungria”.

25 de setembro: Santa Aurélia e Santa Neomísia

Nascidas no século XIV na Ásia Menor, essas irmãs eram muito unidas na caridade para com os pobres e enfermos. Após concluir uma peregrinação pela Terra Santa, decidiram esticar até Roma. Na volta foram surpreendidas por sarracenos muçulmanos que as identificaram como cristãs e as agrediram quase até à morte, sendo salvas por um forte temporal. Estabelecendo-se na Itália retomaram a vida de caridade, oração e penitência, em benefício dos pobres, velhos e doentes. O culto a santa Aurélia é um dos mais antigos da tradição romana.

26 de setembro: São Cosme e São Damião

Esses irmãos gêmeos nascidos no Oriente no Século IV ficaram conhecidos por serem excelentes médicos. Após se converterem aos cristianismo se tornaram missionários, utilizando de seus conhecimentos científicos e o poder da oração para operar verdadeiras curas de corpo e alma. Foram presos por ordem do imperador Diocleciano, sob a acusação de feitiçaria e uso de meios diabólicos para alcançar suas curas. Após negarem a adorar deuses falsos, foram martirizados. São os padroeiros dos farmacêuticos, médicos e das universidades de medicina.

27 de setembro: São Vicente de Paulo

Nascido na França em abril de 1581. São Vicente de Paulo iniciou uma reforma no clero, realizando inúmeras obras assistenciais, lutando contra o jansenismo que pregava um rigorismo irracional esfriando a Fé do povo. Além de seus trabalhos sociais São Vicente fundou a “Congregação da Missão” (lazaristas), e junto de Santa Luísa de Marillac edificou as “Filhas da Caridade” (irmãs vicentinas).

28 de setembro: São Wenceslau

Aos 13 anos de idade herdou o Ducado da Boêmia, pela morte de seu pai Vratislau. Na corte, duas influências opostas defrontavam-se: De um lado, a piedosa Ludmila, mãe de Vratislau, que era católica fervorosa e educou no catolicismo o neto Venceslau. De outro, a duquesa Draomira, viúva de Vratislau, regente na menoridade de Venceslau, que era uma fanática pagã. Draomira, não conseguindo ter influência sobre o jovem duque, manifestava clara preferência pelo filho mais jovem, Boleslau, que também era pagão. Draomira mandou estrangular a sogra cristã e passou a perseguir os católicos sem ousar, no entando, tocar em Venceslau. Venceslau, ao completar 18 anos de idade, destituiu Draomira, tomando posse do seu ducado e modificando radicalmente a situação. Favoreceu o catolicismo, chamou de volta os missionários e mandou edificar igrejas.

29 de setembro: Arcanjos São Miguel, São Gabriel e São Rafael

O trecho que diz “rogai por nós na hora de nossa morte” foi acrescentado durante a terrível Peste Negra que causou milhões de mortes na Europa no século XIV.

São Miguel

O nome do Arcanjo Miguel possui um revelador significado em hebraico: “Quem como Deus”. Segundo a Bíblia, ele é um dos sete espíritos assistentes ao Trono do Altíssimo, portanto, um dos grandes príncipes do Céu e ministro de Deus.

São Gabriel
O nome deste Arcanjo, citado duas vezes nas profecias de Daniel, significa “Força de Deus” ou “Deus é a minha proteção”. É muito conhecido devido a sua singular missão de mensageiro, uma vez que foi ele quem anunciou o nascimento de João Batista e, principalmente, anunciou o maior fato histórico: a Encarnação do Filho de Deus.

São Rafael
Um dos sete espíritos que assistem ao Trono de Deus. Rafael aparece no Antigo Testamento no livro de Tobit. Este arcanjo de nome “Deus curou” ou “Medicina de Deus”, restituiu à vista do piedoso Tobit.

30 de setembro: São Jerônimo

Nasceu na Dalmácia em 340. Ao realizar seus estudos em Roma se converteu e foi batizado. Retirou-se para o deserto e seguiu uma vida eremítica, sendo ordenado sacerdote em 379. Tendo estudado as línguas originais para melhor compreender as Escrituras, traduziu, a pedido do Papa São Dâmaso, a Bíblia para o latim (língua oficial da Igreja na época). Esta tradução recebeu o nome de Vulgata. A Igreja o declarou padroeiro de todos os que se dedicam ao estudo da Bíblia. (EPC)

The post Quais são os Santos celebrados no mês de setembro? appeared first on Gaudium Press.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

três + 2 =

Latest News

URGENTE: Ataque Terrorista Islâmico a faca deixa ao menos três mortos e vários feridos em igreja na França

Um agressor com uma faca matou ao menos três pessoas e deixou vários feridos por volta das 9h (horário...

Papa celebrará missa pelos fiéis defuntos em cemitério Teutônico

A celebração será realizada de forma totalmente privada, ou seja, sem a participação dos fiéis. Em seguida, o Pontífice fará algumas orações no cemitério. Cidade...

Vírus Católico, República Universal e Autoridade Verdadeira

Os santos dão o exemplo de como atravessar os períodos conturbados da História, especialmente quando tudo parece ir à deriva. Redação (29/10/2020 08:38, Gaudium Press)...

Papa Francisco em 2 de novembro no Campo Santo Teutônico

As medidas de segurança ditadas pela pandemia marcam também as próximas celebrações presididas pelo Papa Francisco. Na segunda-feira 2 de novembro, dia em que...

30ª Semana do Tempo Comum – Quinta-feira

Primeira Leitura: Efésios 6,10-20 Leitura da carta de São Paulo aos Efésios – Para terminar, irmãos, confortai-vos no Senhor e, no domínio de sua força, revesti-vos...

More Articles Like This

Clique aqui para receber todas as noticias!
Dismiss
Allow