9.7 C
São Paulo
sexta-feira, julho 30, 2021

Uma homilia de Páscoa de São João Crisóstomo

Entre na alegria de seu Senhor: Cristo ressuscitou e a vida foi libertada, que todos os homens piedosos e todos os amantes de Deus se regozijem no esplendor desta festa.

Entre na alegria de seu Senhor: Cristo ressuscitou e a vida foi libertada, que todos os homens piedosos e todos os amantes de Deus se regozijem no esplendor desta festa.

Redação (05/04/2021, 16:40, Gaudium Press) São João Crisóstomo, seu nome quer dizer João “Boca de Ouro”. Seu apelido foi uma maneira que os católicos encontraram para reconhecer a importância de toda a eloquente obra que esse santo homem deixou para a Igreja.

O Papa Bento XVI, em uma audiência geral, disse: “Os seus escritos permitem também a nós, como aos fiéis do seu tempo, –que foram repetidamente privados dele por causa dos seus exílios–, de viver com os seus livros, apesar da sua ausência. ”
Aqui trazemos um trecho de uma de suas homilias sobre a festa da Ressurreição:

Venham todos: entrem na alegria do seu Senhor

Que todos os homens piedosos e todos os amantes de Deus se regozijem no esplendor desta festa; que os servos sábios entrem com alegria no gozo de seu Senhor; que aqueles que suportaram o fardo da Quaresma recebam agora seu pagamento, e aqueles que trabalharam desde a primeira hora, que recebam agora sua devida recompensa; que qualquer um que veio depois da terceira hora seja grato por se juntar à festa, e aqueles que podem ter vindo depois da sexta, que não tenham medo de chegar tarde demais; pois o Senhor é misericordioso e Ele recebe os últimos assim como os primeiros. Ele dá descanso a quem vem na undécima hora, bem como a quem tem labutado desde a primeira: sim, tem piedade da última e serve a primeira; Ele recompensa aquele e elogia o esforço.

Venham todos: entrem na alegria do seu Senhor.
Você, o primeiro, e o último, receba da mesma forma sua recompensa; vocês ricos e pobres, dancem juntos; vocês sóbrios e seus fracos, festejem o dia; vocês que guardaram o jejum e vocês que não, alegrem-se hoje.

A mesa está ricamente carregada: Desfrute de seu banquete real. O bezerro é cevado: Ninguém vá embora com fome. Todos vocês desfrutam do banquete da fé; todos vocês recebem as riquezas de sua bondade. Que ninguém sofra por sua pobreza, pois o reino universal foi revelado; que ninguém chore por seus pecados, pois o perdão brilhou do túmulo; que ninguém tema a morte, pois a morte de nosso Salvador nos libertou:
Ele a destruiu ao suportá-la.

O deus do mundo inferior, o deus dos mortos foi vencido, foi abolido; os anjos regozijam

Ele despojou Hades ao descer ao seu reino. Ele o irritou…

Quando Isaias previu tudo isso, ele gritou: “Oh, Hades, você ficou irado por encontrá-lo no mundo inferior.” Hades está zangado porque está frustrado; está zangado porque foi ridicularizado; está zangado porque foi destruído; está com raiva porque foi reduzido a nada; está com raiva porque agora está cativo. Ele agarrou um corpo e, –vejam só!– encontrou o céu; agarrou o visível e foi vencido pelo invisível.

A Cristo Ressuscitado seja a glória e o poder para todo o sempre

Ó morte, onde está o seu aguilhão?
Ó Hades, onde está sua vitória?
Cristo ressuscitou e você foi abolido.
Cristo ressuscitou e os demônios foram expulsos.
Cristo ressuscitou e os anjos se regozijam.
Cristo ressuscitou e a vida foi libertada.
Cristo ressuscitou e o túmulo foi esvaziado dos mortos: pois Cristo, ressuscitado dos mortos, tornou-se o guia e o ressuscitador dos que dormiam.
A Ele seja a glória e o poder para todo o sempre.

(Fonte: EWTN, in NCR.com)

The post Uma homilia de Páscoa de São João Crisóstomo appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Ultimas Notícias