Arcebispo Australiano questiona Restrições do Governo a propósito da Covid-19

Must Read

1º Domingo do Advento

(roxo, creio, prefácio do Advento I – 1ª semana do saltério) A vós, meu Deus, elevo a minha alma. Confio...

São Francisco Antônio Fasani, modelo de Sacerdote

São Francisco Antônio Fasani, verdadeiro amigo do seu povo, foi para todos irmão e pai O santo de hoje nasceu...

Um feliz Ano Novo!

Somos convidados a uma séria preparação para o Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo; e qual o melhor meio...


As pessoas estavam prontas para lampejos de esperança, mas não houve muita esperança oferecida às pessoas de Fé: as piscinas e os Pet Shops estão abertos, …as portas da Fé estão fechadas.

As pessoas estavam prontas para lampejos de esperança, mas não houve muita esperança oferecida às pessoas de Fé: as piscinas e os Pet Shops estão abertos, ...as portas da Fé estão fechadas.

Melbourne – Austália (20/10/2020, 17:15, Gaudium Press)  Um texto do Arcebispo de Melbourne, na Austrália, Dom Peter Andrew Comensoli foi publicado originariamente no Herald Sun, no dia 19 de outubro, segunda-feira.

Nele o Arcebispo de Melbourne questiona de modo cortês e contundente o Governo Australiano a propósito das restrições estabelecidas para os locais de culto religioso a propósito do novo passo de combate ao coronavírus. O Texto tem o título sugestivo de: “Para nós, rezar com os outros é essencial”
 

“Para nós, rezar com os outros é essencial”

O Arcebispo inicia seu texto lamentando:
“Domingo não foi um grande dia para as pessoas de fé em Victoria, mas deveria ter sido.
Ao anunciar a próxima etapa do roteiro COVID-19 de Victoria, o governo atenuou algumas restrições. 
As pessoas estavam prontas para lampejos de esperança, mas não houve muita esperança oferecida às pessoas de Fé.”

As piscinas e os Pet Shops estão abertos, …as portas da Fé estão fechadas

“Não esperávamos uma grande abertura de todos os setores. No entanto, foi perceptível que as adições às restrições da etapa dois permitiram um retorno aos tratadores de animais de estimação, piscinas e locais a 25 km de sua casa, mas nenhum retorno ao seu local de culto em qualquer sentido significativo”, disse o Arcebispo, destacando:

“Atualmente, na segunda etapa do roteiro COVID-19, as portas da fé de Melbourne estão fechadas. …enquanto se aguarda o anúncio do governo de que podem ser reabertas”.

As Igrejas, diz o Arcebispo, “não são lugares de mera formalidade, mas de cuidado vivo e atento às pessoas vulneráveis ​​e de apoio aos que enfrentam a doença, a solidão, o luto e a morte. São lugares de esperança e bem-estar e de amizade espiritual”.

O pior para as comunidades de Fé é quando se olha para o futuro, vê-se um povo jogado para fora…

“Infelizmente, o que é pior é que, quando olhamos para a frente, para o passo três, há muito pouco para as comunidades de fé. “

“A paridade com outros setores parece negada mesmo quando atingimos COVID-normal. 
O espectro de nossos locais de culto permanecerem fechados, exceto para “orações privadas”, deixa nosso povo se sentindo exilado e empurrado para fora.

“Devido ao nosso clima às vezes, as pessoas de fé vitoriana não ficam muito satisfeitas em serem forçadas a ficar do lado de fora de seus lugares sagrados para celebrar as dimensões mais importantes de suas crenças e compromissos fundamentais.”

Se eles estão se reunindo do lado de fora no vento e na chuva, olhando para as portas trancadas, é muito difícil explicar por que as portas do café do outro lado da rua estão convidativamente abertas.”

Por que o culto religioso tem um risco maior do que outros setores?

Arcebispo de Melbourne diz, mais adiante: “As igrejas podem não ser instalações licenciadas, mas são espaços altamente regulamentados, especialmente durante os horários de culto.”

“Por que a água da piscina compartilhada por 30 nadadores por vez seria considerada mais segura do que a água do batismo derramada sobre uma criança?

“Por que sentar sem máscara e socializar-se informalmente com até 40 estranhos dentro de um restaurante seria considerado menos arriscado do que a reunião formalizada, mascarada e com espaçamento adequado de uma comunidade religiosa?

“Por que os conselheiros de saúde pública diriam ao governo que o culto religioso é um risco inerentemente maior do que outros setores?

Fechar igrejas é cortar uma fonte de cuidado espiritual que não pode ser esquecida e que só a Igreja pode oferecer

Algumas das vozes mais elevadas em minha própria arquidiocese vêm de nossos jovens, diz Dom Peter Andrew Comensoli.

“Enquanto nossos paroquianos mais velhos e isolados têm sofrido com o fechamento de suas igrejas, os jovens têm falado em seu nome, preocupados com seu bem-estar, solicitando que o governo nos mostre uma medida de justiça e igualdade em cada passo das restrições.”

“Nossos jovens e jovens sacerdotes estão olhando para o futuro e podem ver que fechar igrejas é cortar uma fonte de cuidado espiritual que não pode ser esquecida e de apoios de saúde mental e social que ninguém mais pode oferecer.”

“Para nós, rezar com os outros é essencial”: os católicos merecem a oportunidade de avançar com esperança

Dom Peter Andrew Comensoli encerra suas ponderações desafiando:

“Para nós, rezar com os outros é essencial”, se realmente houver conselhos de saúde sugerindo que locais de culto são inerentemente mais arriscados, eu respeitosamente solicito para vê-los.

Se houver dados que apoiem ​​a suspeita lançada sobre comunidades de fé nesta pandemia, tenho o prazer de sentar e conversar com especialistas. Podemos gerenciar todas as etapas necessárias para ser seguro com COVID.

As orações silenciosas e pacientes e as esperanças das pessoas de fé têm sido constantes neste ano. Mas agora eles merecem a oportunidade de avançar com esperança. (JSG)

The post Arcebispo Australiano questiona Restrições do Governo a propósito da Covid-19 appeared first on Gaudium Press.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 × 5 =

Latest News

1º Domingo do Advento

(roxo, creio, prefácio do Advento I – 1ª semana do saltério) A vós, meu Deus, elevo a minha alma. Confio...

São Francisco Antônio Fasani, modelo de Sacerdote

São Francisco Antônio Fasani, verdadeiro amigo do seu povo, foi para todos irmão e pai O santo de hoje nasceu em Lucera (Itália), a 6...

Um feliz Ano Novo!

Somos convidados a uma séria preparação para o Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo; e qual o melhor meio de fazê-lo, senão pelo exemplo...

Por que o Advento?

Advento! O Natal se aproxima: É o maior acontecimento da História: o Verbo se fez carne e habitou entre nós Esperemos Jesus que vem...

Colégio de Cardeais tem 900 anos: veja sua história, números e curiosidades

O Consistório de hoje é o sétimo convocado por Francisco, eleva o número de presenças no Colégio Cardinalício para 229, 101 não-eleitores. Redação (28/11/2020, 11:50,...

More Articles Like This

mersin escort - casinomeritroyal.com - Goldenbahis -
Dumanbet