10.3 C
São Paulo
quarta-feira, julho 28, 2021

Arquidiocese de Siena celebra a recuperação de relicário roubado há 32 anos

As obras serão levadas aos laboratórios de restauração dos Museus do Vaticano, onde serão restauradas dos danos ocasionados durante o furto e também pela ação do tempo.

Itália – Siena (27/04/2021 13:11, Gaudium Press) O Relicário de San Galgano voltou ao Museu da Arquidiocese de Siena, 32 anos após ter sido roubado de uma sala do museu do seminário Montarioso de Monteriggioni, juntamente com dez outros objetos de arte sacra de valor inestimável.

Os preciosos objetos foram encontrados por policiais da Unidade de Proteção do Patrimônio Cultural da Itália na casa de um colecionador na província da Catânia. Entre estas obras destacam-se uma cruz de prata do século XII, duas pixes e um relicário de santuário do século XIV e seis cálices de prata datados do século XIII ao século XVII. Eram os objetos mais preciosos do museu, todos catalogados e expostos em inúmeras exposições.

Ligação das comunidades locais com os seus símbolos

Para o Cardeal Augusto Paolo Lojudice, Arcebispo de Siena-Colle di Val D’Elsa-Montalcino, esta violação da propriedade privada atingiu não apenas a Igreja de Siena, mas inclusive um pedaço da história. “Os objetos não são ídolos, mas alguns objetos são sinais de tradições vivas, da vida das pessoas, não apenas daqueles que os fizeram, mas daqueles para quem eles têm um significado particular”, ressaltou.

O Ministro da Cultura, Dario Franceschini comentou que a alegria pelo retorno desses objetos, após uma longa espera, “prova mais uma vez o orgulho das comunidades locais e o quanto elas estão ligadas aos seus símbolos, além do valor religioso”.

Obras recuperadas serão restauradas nos Museus do Vaticano

As obras serão levadas aos laboratórios de restauração dos Museus do Vaticano, onde serão restauradas dos danos ocasionados durante o furto e também pela ação do tempo. Uma peça que exigirá uma especial atenção é o relicário de San Galgano, que foi dividido em quatro peças e perdeu alguns dos seus preciosos esmaltes.

A diretora dos Museus do Vaticano, Barbara Jatta, ressaltou a importância desses relicários não apenas pelo ponto de vista histórico-artístico, mas também do ponto de vista devocional. “Esperamos receber este relicário do qual trataremos não só profissionalmente, do ponto de vista da conservação, restauro e manutenção, mas também com a devoção que este tipo de obra merece”, assegurou. (EPC)

The post Arquidiocese de Siena celebra a recuperação de relicário roubado há 32 anos appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Ultimas Notícias