22 C
São Paulo
sexta-feira, outubro 22, 2021

Centenas de sacerdotes morreram na América Latina devido à pandemia

Centenas de padres em países como Venezuela, México, Peru, Colômbia e Bolívia morreram de covid-19 ao realizar sua missão pastoral de atendimento aos fiéis durante a pandemia.

Centenas de padres em países como Venezuela, México, Peru, Colômbia e Bolívia morreram de covid-19 ao realizar sua missão pastoral de atendimento aos fiéis durante a pandemia.

Redação (04/05/2021, 13:10,  Gaudium Press) A Conferência Episcopal da Venezuela (CEV) revelou recentemente que, desde o surgimento do coronavírus naquele país, em março de 2020 até hoje, 201 dos 2002 sacerdotes que exercem sua missão na Venezuela contraíram a covid-19 e 24 deles vieram a falecer. A informação é de uma nota de imprensa enviada à fundação ACN.

Os cálculos da CEV indicam também que “o número de infectados representa 10% do total do clero venezuelano, enquanto os que morreram com o vírus representam 11,9% dos infectados e 1,2% do total de padres do país”.

Mesmo quem oferece seus serviços à Igreja exercendo sua vocação de “médico das almas” não está isento de contrair a Covid-19

Os bispos venezuelanos recordam que “aqueles que oferecem seus serviços à Igreja não estão isentos de serem expostos à Covid-19. Mesmo com as restrições nos templos e as medidas de biossegurança, os padres, priorizando sua vocação ao serviço dos outros, não têm esquecido sua missão de ‘doutores da alma’, mesmo com os riscos de contágio e a possibilidade de morte que este implica.”

A situação da Venezuela não é única. Em outros países sacerdotes contraem a covid-19 servindo a Igreja no serviço aos irmãos

A situação do clero no México é semelhante à da Venezuela. O Centro Católico Multimídia (CCM) informou à ACN que, desde o início da pandemia em 2020 até março de 2021, 245 clérigos e religiosos morreram de complicações trazidas pelo coronavírus. Entre os mortos, estavam 5 bispos, 221 padres e religiosos, 11 diáconos e 8 religiosos.

Em um relatório já divulgado no último mês de fevereiro, o CCM mexicano destacou que entre as dioceses mais afetadas estão a Arquidiocese de Guadalajara, a Arquidiocese do México, a Arquidiocese de Puebla, a Arquidiocese de Morelia, a Arquidiocese de San Luís Potosí, a Arquidiocese de Toluca e a Arquidiocese de Tlalnepantla.

A situação da Igreja Católica no Peru em face da pandemia também é muito grave.
Uma das mortes causadas pelo COVID-19 foi a de Dom Luís Armando Bambarén Gastelumendi S.J, Bispo Emérito de Chimbote e ex-presidente da Conferência Episcopal Peruana (CEP), ocorrida no dia 19 de março.

Nesse mês, também faleceu vítima do Coronavírus o padre Eduardo Peña Rivera, capelão da Força Aérea Peruana (FAP) em Piura, região norte do país, de coronavírus. (JSG)

(Com informações e foto ACN/InfoCatólica)

The post Centenas de sacerdotes morreram na América Latina devido à pandemia appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias