25.4 C
São Paulo
quinta-feira, abril 21, 2022

Congo: Milicianos invadem igreja no domingo de Páscoa

Um grupo de milicianos invadiu uma igreja e perturbou os fiéis no Congo, no último domingo de Páscoa

Redação (21/04/2022 14:00, Gaudium Press) O Bispo da diocese de Butembo-Beni na República Democrática do Congo (RDC), D. Melchisedec Sikuli Paluku, condenou a invasão de uma paróquia da diocese, no domingo de Páscoa.

No último domingo, 17 de abril, um grupo armado de milicianos Mai-Mai invadiram a igreja de Nossa Senhora dos Anjos em Bunyuka, após a Missa de Páscoa.

Os milicianos perturbaram o ambiente e teriam pedido a batina e o missal do sacerdote para “pregarem a Palavra de Deus” aos fiéis, segundo afirmaram testemunhas oculares.

Dom Sikuli Paluku condenou a atitude dos milicianos e disse que o grupo não foi à igreja por acaso, mas que eles planejaram a invasão para a Páscoa: “o dia mais sagrado, o mais fundamental de nossa fé cristã”, explicou o Bispo.

Na quarentena, os católicos africanos estavam ansiosos para poder voltar à celebrar juntos a Eucaristia, maior tesouro que Jesus deixou para a Igreja.

Após a invasão, as forças armadas da RDC se mobilizaram rapidamente e, depois de uma troca de tiros, que causou a morte de um dos milicianos, os perturbadores fugiram.

Dom Paluku exortou às autoridades que devem investigar a invasão para que investiguem também o sequestro de dois sacerdotes da mesma paróquia em 2017.

No dia 16 de julho de 2017, o padre Charles Kipasa e o padre Jean-Pierre Akilimali foram sequestrados e ainda continuam desaparecidos.

O Bispo D. Paluku convidou os invasores à conversão e pediu que os fiéis continuem a rezar pela diocese e pelo país. (FM)

The post Congo: Milicianos invadem igreja no domingo de Páscoa appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias