Entra em vigor acordo entre o Vaticano e Burkina Faso firmado em 2019

Must Read

Ataques contra igrejas no Chile fizeram parte de ritual satânico, assegura exorcista

Segundo o Padre Luis Escobar, são abundantes os sinais satânicos presentes nesses atos, o que destaca a existência de...

Medjugorge: Santa Sé excomunga padre “diretor espiritual” dos videntes

Tomslav Vlasic está proibido de “participar –de qualquer forma– como ministro na celebração da Eucaristia ou qualquer outra cerimônia...

Universitários americanos organizam consagração a Nossa Senhora em todo o país

Basta uma faísca para iniciar um incêndio: universitários da Flórida querem espalhar pelo país a chama da devoção a...


O acordo assinado em 12 de julho de 2019, entra em vigor depois de passar por aperfeiçoamentos e se cumprir a troca de Instrumentos de Ratificação.

O acordo assinado em 12 de julho de 2019, entra em vigor depois de passar por aperfeiçoamentos e se cumprir a troca de Instrumentos de Ratificação.

Cidade do Vaticano (08/09/2020 16:45 – Gaudium Press) Demorou um pouco, porém, entrou em vigor nesta segunda-feira, 7 de setembro, o acordo firmado entre o Vaticano e Burkina Faso em 2019 que permite à Igreja Católica realizar sua missão neste país da África Ocidental,.

Conforme informou a Sala de Imprensa da Santa Sé, através de um comunicado, o tratado que havia sido assinado em 12 de julho de 2019, entrou só pode entrar em vigor nesta segunda-feira, 7 de setembro, depois de passar por aperfeiçoamentos e se cumprir a troca de Instrumentos de Ratificação do Acordo sobre o status jurídico da Igreja Católica, em Burkina Faso.

O acordo assinado em 12 de julho de 2019, entra em vigor depois de passar por aperfeiçoamentos e se cumprir a troca de Instrumentos de Ratificação.

O acordo garante à Igreja a possibilidade de realizar sua missão em Burkina Faso

Conforme afirma o comunicado do Vaticano, “O acordo garante à Igreja a possibilidade de realizar sua missão em Burkina Faso. Em particular, foi reconhecida a pessoa jurídica pública da Igreja e de suas instituições”.

Conforme afirma o Tratado entre as duas partes, Vaticano e Burkina Faso, “salvaguardando a independência e autonomia que lhes são próprias, se comprometem em colaborar juntas para o bem-estar moral, espiritual e material da pessoa humana e para a promoção do bem comum”. (JSG)

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezenove − 2 =

Latest News

Ataques contra igrejas no Chile fizeram parte de ritual satânico, assegura exorcista

Segundo o Padre Luis Escobar, são abundantes os sinais satânicos presentes nesses atos, o que destaca a existência de...

Medjugorge: Santa Sé excomunga padre “diretor espiritual” dos videntes

Tomslav Vlasic está proibido de “participar –de qualquer forma– como ministro na celebração da Eucaristia ou qualquer outra cerimônia de culto público. Bréscia – Itália...

Universitários americanos organizam consagração a Nossa Senhora em todo o país

Basta uma faísca para iniciar um incêndio: universitários da Flórida querem espalhar pelo país a chama da devoção a Maria para conduzir almas a...

“Morte ao Nazareno”: Novo grito de “Crucifica-o!”?

Declarar “morte ao Nazareno” é uma frase que demonstra um ódio total à Santa Igreja Católica e seus ensinamentos ao longo dos séculos. Redação (26/10/2020...

Papa no Angelus: o verdadeiro amor ao próximo baseia-se no amor a Deus

Não é verdadeiro amor a Deus o que não se expressa no amor ao próximo; não é amor verdadeiro ao próximo o que não...

More Articles Like This