25.2 C
São Paulo
sábado, outubro 23, 2021

Evangelizar através da música

Conheça a história do hino “Veni Redemptor gentium”, composto por Santo Ambrósio.

Redação (17/12/2020 11:20, Gaudium Press) Um dos hinos cantados pela Igreja no período do Advento e do Natal é o Veni Redemptor gentium, “vinde redentor das nações”, composto por Santo Ambrósio de Milão.

O talento musical do bispo sempre foi notório. Certa vez, em plena Quaresma, enquanto Ambrósio celebrava em uma das numerosas basílicas de sua cidade, os arianos cercaram o templo, por mandato imperial. Os hereges reivindicavam para si o lugar, mas o santo não cedeu e nem sequer quis negociar. A solução de Ambrósio foi trancar-se com todos os fiéis católicos no interior do recinto, em sinal de resistência. Ali passaram vários dias, durante os quais o intransigente prelado compôs melodias para animar o público. Ante a firmeza do pastor, os arianos tiveram de ceder. Um detalhe interessante do fato é que entre as ovelhas de Santo Ambrósio que passaram aqueles dias no interior da igreja estava uma mulher do norte da África, chamada Mônica. Ela se mudara para Milão em busca de seu filho, um homem de letras chamado Agostinho.

O hino Veni Redemptor gentium é também uma das armas utilizadas por Santo Ambrósio para combater o erro ariano. Esses hereges, que negavam a divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo, haviam se espalhado pelos quatro cantos do império romano naqueles fins do século IV. Sua ameaça precisava ser erradicada.

Santo Ambrósio, além de firme, era astuto. O povo nada compreendia das discussões teológicas, mas precisavam ser, de alguma maneira instruído e “vacinado” contra a doença ariana. Para isso, o prelado milanês criava melodias e escrevia textos que cantavam a divindade de Jesus. A letra é uma síntese do mistério da Encarnação e mostra como de uma Virgem nasceu Jesus Cristo, homem e Deus, o qual, apesar de revestido de carne, não carrega em si as máculas do pecado de Adão.

O hino é ainda um documento da unidade da crença da Igreja ao longo dos séculos. Santo Ambrósio canta que Jesus Cristo é homem e Deus, conforme ensinou o concílio de Nicéia em 325 e Calcedônia, em 451; que Maria é Mãe de Deus, como foi proclamado em Éfeso, em 431; que Nossa Senhora, por intervenção divina, foi sempre Virgem, como declarou o concílio de Latrão, em 649.

Santo Ambrósio nos ensina que a Fé Católica deve ser defendida e ensinada a todos, como ordenou Nosso Senhor. Para isso, a Igreja pode e deve utilizar-se das artes, da música para seu labor apostólico. Esse empreendimento será sempre abençoado por Deus.

Por Paulo da Cruz

Tradução do Veni Redemptor gentium

Vinde, Redentor das nações – em português

Vinde, Redentor das nações,

e o parto da Virgem manifestai;

maravilhem-se todos os séculos

com tal parto, digno de Deus.

Não por obra do homem,

mas por um sopro divino

o Verbo de Deus Se fez carne,

e o fruto da Virgem floresceu.

No seu seio a Virgem concebeu

sem perder o pudor de seu claustro;

brilham todas suas virtudes

e em seu templo Deus habitou.

Sai de seu tálamo,

palácio real de pureza,

o gigante de duas naturezas

cheio de gozo, a percorrer seu caminho.

Igual ao Eterno Pai

mas revestido de nossa carne;

a fraqueza de nosso corpo

com vossa força defendei.

Resplandece agora vosso presépio,

brilha nas trevas nova luz

e nenhuma noite interromperá

a fé perene que refulge.

A Vós, Cristo, Rei piíssimo,

ao Pai e ao Espírito Santo,

seja dada toda a glória

pelos séculos eternos. Amém.

The post Evangelizar através da música appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias