18.6 C
São Paulo
quinta-feira, abril 14, 2022

Jovem que morreu para impedir um atentado tem processo de canonização iniciado

Akash Bashir, 20 anos, morreu impedindo que um terrorista armado com uma bomba atacasse os fiéis de uma igreja no Paquistão

Redação (02/02/2022 19:19, Gaudium Press): A Agência de Notícias Salesianas (ANS) fez conhecer que o Vaticano autorizou o processo de canonização de Akash Bashir, jovem que morreu impedindo um ataque terrorista no Paquistão, na cidade de Lahore.

No dia 15 de março de 2015, Akash Bashir se colocou no caminho de um terrorista que se encaminhava para atacar os fiéis reunidos na Igreja de São João, no bairro cristão da cidade.

Akash Bashir tinha 20 anos e fora aluno dos Salesianos no Instituto Técnico. Na ocasião do atentado, Akash estava trabalhando voluntariamente como segurança e supervisionava a entrada da igreja.

Impedindo um atentado

Akash soube que minutos antes uma igreja anglicana tinha sofrido um ataque terrorista e foi ao encontro de um homem suspeito para bloquear sua passagem.

O suspeito ameaçou explodir a bomba que transportava consigo, mas isso não intimidou Akash que estava disposto a não deixá-lo entrar na igreja. Segundo testemunhas, Akash teria dito: “Eu vou morrer, mas você não vai entrar”.

Então, o terrorista detonou a bomba que matou Akash e mais duas pessoas. Graças ao ato de heroísmo do jovem, muitas pessoas foram salvas. A igreja acolhia cerca de mil pessoas naquele dia.

Um exemplo de fé

O comunicado da ANS, descreveu Akash como um exemplo de fé e que “muitos vão à sua sepultura para rezar e pedir intercessão”.

O Padre Francis Gulzar, vigário geral da arquidiocese de Lahore, disse que Akash é o primeiro paquistanês que foi elevado à categoria do ‘Santo Povo de Deus’”. (FM)

The post Jovem que morreu para impedir um atentado tem processo de canonização iniciado appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias