Líder muçulmano revela plano de começar dominação pela França

Must Read

Com o auxílio da tecnologia, figura de Cristo é reconstruída em 3D

Os trabalhos para a realização da imagem 3D de Cristo demoraram dois anos e tornaram ainda mais claro que...

“Liberdade religiosa tem sido mais limitada que outras liberdades”, afirmam Juristas Católicos

Portugal: Juristas Católicos consideram que no combate à pandemia de coronavírus a “liberdade religiosa tem sido injustificadamente mais limitada...

Padre Justino, fundador dos Vocacionistas será proclamado santo

Justino Russolillo morreu em 1955, sempre quis viver como um simples pároco, mas, fundou a Congregação dos Vocacionistas e...

Em um vídeo publicado em 12 de março, o imã Abu Taqi Al-Din Al-Dari revela, entre outras coisas, que jovens alemães e franceses não valorizam o casamento tanto quanto os muçulmanos, mas que isso é não é a razão pela qual a França se tornará um país islâmico, relata o Middle East Media Research Institute.
Em vez disso, explicou ele, a França se tornará um país islâmico através da Jihad, já que os muçulmanos devem ter um país que traga a orientação e a mensagem do Islã para o Ocidente. Ele deu exemplos de épocas na história em que países do Ocidente e da Ásia eram governados pelo Império Otomano, que ele descreveu como um estado islâmico, e ele disse que a nação islâmica é capaz de “retornar ao seu antigo eu” e espalhar o Islã.

Trechos da fala

A Alemanha e a França começaram a envelhecer, no sentido de que seus jovens não vêem o casamento como algo desejável. As pessoas de lá – especialmente os jovens – começaram a evitar o casamento, ao contrário dos muçulmanos. Por exemplo, diz-se que em 2050, os muçulmanos na França serão em maior número do que os franceses. Mas não são esses números que estamos contando para transformar a França em um país islâmico.Com o que estamos contando é que os muçulmanos devem ter um país que traga o islamismo – sua orientação, sua luz, sua mensagem e sua misericórdia – para o povo [ocidental] através da Jihad em nome de Allá. Quando as pessoas veem a justiça, a luz, a orientação e a misericórdia do Islã, “elas entrarão na religião de Allah aos montes”, [como diz no Alcorão], nas mãos de um país que lhes trará o Islã através da Jihad. por causa de Allah.

[…]

Não faz muito tempo, apenas quatrocentos anos atrás, na época do Estado otomano, os muçulmanos conquistaram a Polônia e a Áustria. O estado islâmico chegou às muralhas de Viena, a capital da Áustria, e o chamado à oração foi recitado lá. Todos os países da [antiga] URSS estavam sob os auspícios do Estado Islâmico – os países do Cáucaso e o que está além deles. Mongóis muçulmanos governaram a China até 1644 AD. Os muçulmanos conquistaram a Hungria em 1526. Em 1537, conquistaram partes da Itália, como Otranto. Em 1543, sob os auspícios do Estado otomano, os exércitos muçulmanos chegaram a Toulon, na França, e lá construíram uma mesquita, no coração da França. Em 1586, a Índia foi governada pelo Islã. Estes eventos prenunciam que a nação islâmica é capaz de retornar ao seu antigo eu e espalhar o Islã.

[…]

Assim, o domínio do Islã se espalhará para o mundo inteiro, de três maneiras: Conversão para o Islã, pagamento do imposto jizya, uma taxa para viver sob o domínio muçulmano e praticar outra religião, ou pediremos a ajuda de Allah e os combateremos, até que o mundo inteiro esteja sujeito à lei, regra do Islã.

Fonte:
http://www.ocongressista.com/2019/03/lider-muculmano-revela-plano-para.html?fbclid=IwAR1N2oKTmNghCNdsSC_jM-jPP8uvpOvB2_UzHZ0VQYKnNwxIbdPmyiZE2Kc

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

20 − quatro =

Latest News

Com o auxílio da tecnologia, figura de Cristo é reconstruída em 3D

Os trabalhos para a realização da imagem 3D de Cristo demoraram dois anos e tornaram ainda mais claro que...

“Liberdade religiosa tem sido mais limitada que outras liberdades”, afirmam Juristas Católicos

Portugal: Juristas Católicos consideram que no combate à pandemia de coronavírus a “liberdade religiosa tem sido injustificadamente mais limitada do que as outras liberdades”. Lisboa...

Padre Justino, fundador dos Vocacionistas será proclamado santo

Justino Russolillo morreu em 1955, sempre quis viver como um simples pároco, mas, fundou a Congregação dos Vocacionistas e dois institutos femininos.   Cidade do Vaticano...

Vaticano inaugura decoração natalina em 11 de dezembro

O presépio e a árvore de Natal permanecerão na Praça de São Pedro até a festa do Batismo do Senhor, que ocorrerá no dia...

A oração é o elo entre o nosso coração e Deus

Primeiro, é bom nos lembrarmos de que toda oração, quando a fazemos com o coração e com a mente abertos à vontade de Deus,...

More Articles Like This

Clique aqui para receber todas as noticias!
Dismiss
Allow