25.7 C
São Paulo
segunda-feira, julho 26, 2021

Novo Bispo de Cachoeiro do Itapemirim quer continuar ligado à Diocese de Pemba

O Papa achou melhor que eu saísse de Moçambique e fosse trabalhar em outro lugar, afirma Dom Luiz Lisboa.

O Papa achou melhor que eu saísse de Moçambique e fosse trabalhar em outro lugar, afirma Dom Luiz Lisboa.

Lisboa – Portugal (12-02-2021, 19:00, Gaudium Press) Em declarações à Agencia Ecclesia, o recém nomeado Bispo de Cachoeiro do Itapemirim, no Estado do Espírito Santo, Dom Luiz Fernando Lisboa, que até agora era Bispo de Pemba, em Moçambique, disse ser “normal” uma mudança de diocese por vontade do Papa, manifestando vontade de “continuar ligado” à região moçambicana onde esteve por 20 anos.

Dom Luiz Lisboa, nomeado na última quinta-feira pelo Papa Francisco, recebeu do Papa o título honorífico pessoal de arcebispo.

O missionário brasileiro destacou a importância de o Papa se ter comprometido com a causa da paz em Cabo Delgado, no norte de Moçambique, dado que a sua posição “ajudou muito”.

A Igreja “quando fala, incomoda” e isso aconteceu em “muitos momentos” da história de Moçambique e no conflito em Cabo Delgado

Dom Luiz Lisboa considera que a Igreja “quando fala, incomoda”, o que aconteceu em “muitos momentos” da história de Moçambique, na divulgação de documentos e comunicados da Conferência Episcopal do país, e agora nos pronunciamentos sobre os conflitos armados em Cabo Delgado.

“Essa guerra incomodou, porque nós nunca deixamos de falar dela, de expor a Moçambique e ao mundo o que se passava em Cabo Delgado”, disse. afirma.

Dom Luiz recordou que recebeu “recados” a propósito dos seus pronunciamentos públicos e a indicação de “pessoas descontentes”.

“Aconteceu e acontece em todos os lugares, quando a Igreja fala, assim como Jesus Cristo incomodava muito”, lembrou.

Dom Luiz Fernando Lisboa quer continuar à Diocese de Pemba, ao povo de Cabo Delgado e ajudar no que for possível

Dom Luiz Fernando Lisboa afirmou que quer “continuar muito ligado à Diocese de Pemba, ao povo de Cabo Delgado e ajudar” no que for possível:

“Se o futuro bispo permitir e quiser, vou ser um embaixador da Diocese de Pemba. Vou ajudar naquilo que eu puder, porque é uma diocese do coração, o lugar onde pedi para ir e onde fiquei quase 20 anos”, sublinha.

Para a defesa da paz em Cabo Delgado “é um desejo de todo o Moçambique” e “toda a população quer que aquela guerra acabe”, garantindo que “os bispos vão continuar a pedir que cesse a guerra, que se faça algo mais para que acabe o sofrimento do povo”.

O missionário brasileiro Dom Luiz Fernando Lisboa

Dom Luiz Lisboa brasileiro, 65 anos, missionário da Congregação dos Passionistas, foi para Moçambique em 2001, é natural do Rio de Janeiro, tem 65 anos e pertence à Congregação dos Passionistas, foi enviado para Moçambique em 2001.

O Papa Francisco nomeou-o bispo de Pemba a 12 de junho de 2013, destacando-se, nos últimos anos, na defesa das populações da província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique, alvo da violência de grupos que se declaram ligados ao Estado Islâmico.

Sobre a nova diocese, D. Luiz Lisboa disse que “tem muito boas referências” de Cachoeiro de Itapemirim, que abrange 27 municípios do Sul do Estado do Espírito Santo, e considera o fato do Papa lhe ter concedido o título honorífico pessoal de arcebispo é sinal do “carinho ao povo de Cabo Delgado e à Igreja de Moçambique”. (JSG)

The post Novo Bispo de Cachoeiro do Itapemirim quer continuar ligado à Diocese de Pemba appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Ultimas Notícias