17 C
São Paulo
terça-feira, junho 14, 2022

Papa Francisco: as relações trinitárias devem ser um exemplo para nossa vida

No Angelus, Francisco tratou sobre a entrega trinitária como modelo de entrega ao próximo.

Redação (13/06/2022 16:21, Gaudium Press) Ontem, no Angelus, o Papa abordou o tema da Santíssima Trindade, já que se celebrava a festa das Três Pessoas Divinas. Já não se reza mais o Regina Coeli, que foi até Pentecostes.

O Papa afirmou que, sendo os homens a imagem divina, a existência do Pai, do Filho e do Espírito Santo da qual somos reflexo “nos ensina que nunca se pode ficar sem o outro. Não somos ilhas”.

Devemos seguir o exemplo do Espírito Santo, que anuncia e fala bem dos outros

No Evangelho de ontem, Jesus apresentou “as outras duas Pessoas divinas, o Pai e o Espírito Santo”. Sobre o Espírito Santo, o Senhor diz: “Ele não falará de si mesmo, mas receberá o que é meu e o anunciará a vocês”. E a respeito do Pai diz: “Tudo o que o Pai tem é meu”. “Vemos – salientou o Papa – que o Espírito fala, mas não de si mesmo: anuncia Jesus e revela o Pai. E vemos que o Pai, o qual possui tudo, porque é a origem de todas as coisas, dá ao Filho tudo o que possui: não guarda nada para si mesmo e se dá inteiramente ao Filho”. Em outras palavras, o Papa estava mostrando a inter-relação essencial e de total entrega das três Pessoas divinas.

Francisco tomou o exemplo da doação mútua entre as três pessoas da Santíssima Trindade para aplicá-la à vida de cada um:

“Quando falamos, queremos sempre que se fale bem de nós, e muitas vezes falamos apenas de nós mesmos e do que fazemos. Quão diferente do Espírito Santo, que fala anunciando os outros! E, sobre o que possuímos, como somos ciumentos disso e como é difícil para nós compartilhá-lo com os outros, mesmo com aqueles que não têm o necessário! Em palavras, é fácil, mas na prática é muito difícil”.

A festa da Santíssima Trindade deve ser uma ocasião para rever a nossa vida, especialmente no que diz respeito ao serviço ao próximo.

“Deus, em quem cada Pessoa vive para o outro, não para si mesmo, nos provoca a viver com os outros e para os outros. Hoje podemos nos perguntar se nossa vida reflete o Deus em que acreditamos: eu, que professo a fé em Deus Pai e Filho e Espírito Santo, realmente acredito que para viver preciso dos outros, preciso me doar aos outros, preciso servir aos outros? Afirmo isto com palavras ou com a vida?” perguntou o Pontífice.

Com informação Vatican News.

The post Papa Francisco: as relações trinitárias devem ser um exemplo para nossa vida appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias