15.2 C
São Paulo
domingo, abril 17, 2022

Papa Francisco: despertar da letargia espiritual

No Ângelus dominical, Francisco fez uma reflexão sobre o Evangelho do dia: a Transfiguração do Senhor no Tabor.  

Redação (14/03/2022 17:15, Gaudium Press) “Enquanto rezava, seu rosto mudou de aparência e sua roupa ficou muito branca e brilhante. Eis que dois homens estavam conversando com Jesus: eram Moisés e Elias. Eles apareceram revestidos de glória e conversavam sobre a morte, que Jesus iria sofrer em Jerusalém”, narra São Lucas.

São Pedro, São João e São Tiago estavam com muito sono, por isso, adormeceram antes da Transfiguração, mas quando despertaram, viram a glória do Senhor.

O sono dos três apóstolos parece ter uma nota dissonante, ressaltou Francisco, “mais tarde, esses mesmos apóstolos iriam adormecer no Getsêmani, durante a angustiante oração de Jesus, que lhes havia pedido que vigiassem (cf. Mc 14, 37- 41)”.

“Este sono fora de lugar dos discípulos não é semelhante a tantos sonos que nos vêm em momentos que sabemos ser importantes?”, perguntou o Papa.

“Talvez à tarde – continuou Francisco – quando queremos rezar, estar mais despertos, passar algum tempo com Jesus depois de um dia intenso de trabalho; ou quando é hora de trocar algumas palavras com a família, não temos mais forças. Sofremos uma certa letargia”.

Este tempo de Quaresma é propício para combatermos este ‘sono’.

“É um período em que Deus quer nos despertar da letargia interior, dessa sonolência que não permite que o Espírito se expresse. Porque — nunca esqueçamos — manter o coração desperto não depende somente de nós: é uma graça, e devemos pedi-la. Os três discípulos do Evangelho demonstram isso: eles eram bons, haviam seguido Jesus até a montanha, porém, só com suas forças não puderam ficar acordados. Mas eles acordaram justamente durante a Transfiguração.”

A luz de Deus tem o poder de nos acordar

O Papa observou que se poderia pensar que foi a luz de Deus que despertou os apóstolos adormecidos na Transfiguração: “Assim como eles, também nós precisamos da luz de Deus, que nos faz ver as coisas de forma diferente; nos atrai, nos desperta, reacende o desejo e a força de rezar, de olhar para dentro de nós mesmos e de dedicar tempo aos outros”, acrescentou.

O Papa sugeriu recorrer ao Espírito Santo para sair dessa letargia espiritual: “Vem, Espírito Santo. Ajuda-me: quero encontrar-me com Jesus; quero estar alerta, acordado”.

Propôs também rezar antes de dormir, ler o Evangelho e contemplar Cristo Crucificado para que nos maravilhemos diante um amor infinito que nunca se cansa de nós e que “tem o poder de transfigurar nossos dias, de dar a eles um novo sentido, uma luz diferente e inesperada”.

Com informações do Vatican News

The post Papa Francisco: despertar da letargia espiritual appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias