29.7 C
São Paulo
segunda-feira, janeiro 25, 2021

Parlamento Europeu se recusa a colocar presépio em sua sede ‘porque pode ser ofensivo’


Isabel Benjumea, uma eurodeputada, que recebeu a recusa, com o único argumento de que “o presépio poderia ser ofensivo”, discorda porque as raízes cristãs da Europa não podem ser negadas.

Redação (22/12/2020 15:54, Gaudium Press) A diretiva do Parlamento Europeu com sede em Bruxelas decidiu não incluir um presépio em suas decorações de Natal. Isabel Benjumea, eurodeputada, que recebeu a recusa com o único argumento de que “poderia ser ofensivo”, discorda porque as raízes cristãs da Europa não podem ser negadas. Essa confusão começou no ano passado, quando a eurodeputada, em seu primeiro ano trabalhando no prédio, notou que o presépio não estava dentro da decoração natalina. Quando perguntou o porquê, responderam que “o Parlamento Europeu não tinha presépios”.

Ela queria dar a solução para o problema e, com antecedência, entrou em contato com o gabinete do presidente do Parlamento para dar ao edifício um presépio. Meses depois, recebeu uma resposta: “A decisão não é tomada pelo Presidente, mas pelos gestores (órgão responsável pelo funcionamento dos espaços e dos edifícios do Parlamento)”. A eurodeputada declarou: “Qual não foi minha surpresa quando disseram que um presépio não pode ser colocado no Parlamento Europeu porque é uma exposição com conteúdo religioso e porque pode ser ofensivo”!

O Presépio não é ofensivo

É ofensivo entrar no Museu do Prado e ver as maravilhosas obras de Fra Angélico, Caravaggio ou Velázquez ao exibir a Anunciação, a Adoração dos Magos ou a Natividade? É ofensivo lembrar aos europeus que o que é comemorado em 25 de Dezembro é o nascimento de Jesus de Nazaré? Esta instituição não pode cair na armadilha de considerar ofensivo lembrar que no Natal o que é celebrado é o nascimento do Cristianismo. Esta instituição não pode cair na armadilha que a esquerda constantemente nos empurra, reivindicando ofensa, algo tão simples quanto o legado histórico da Europa.

A Europa tem suas raízes na tradição cristã e o projeto europeu é baseado no humanismo cristão, por isso não podemos permitir que tenhamos de pedir perdão por dizer que viemos de uma tradição cristã.

Ela está indignada com este ato e sente-se discriminada como cristã.

Esta não é a primeira vez que alguém tenta inserir uma cena de presépio na decoração do Parlamento. A deputada pediu para que lembrem que dois milhões de cidadãos europeus são cristãos e que desejam dizer que 25 de dezembro é Natal. “O Natal faz parte do nosso patrimônio cultural e das tradições de muitos Estados-Membros, não apenas da Itália e da Espanha. É curioso que nesta instituição que comemora algo todos os dias, parece que a única coisa com que se incomoda em comemorar é o Dia de Natal”.

The post Parlamento Europeu se recusa a colocar presépio em sua sede ‘porque pode ser ofensivo’ appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 × cinco =

- Advertisement -

Ultimas Notícias

mersin escort - casinomeritroyal.com - Goldenbahis -
Dumanbet