InícioNotícias da IgrejaPrefeito do Rio promete reconhecer o Cristo Redentor como propriedade da Igreja...

Prefeito do Rio promete reconhecer o Cristo Redentor como propriedade da Igreja Católica

Published on

A declaração surge com o objetivo de acabar com a disputa travada entre a Arquidiocese do Rio de Janeiro e o governo federal.

Rio de Janeiro (21/10/2021 15:50, Gaudium Press) O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, afirmou que pretende reconhecer o terreno onde está localizado o monumento do Cristo Redentor, como sendo de propriedade da Igreja Católica. A declaração surge com o objetivo de acabar com a disputa travada entre a Arquidiocese do Rio de Janeiro e o governo federal.

Reconhecimento de legitimidade e propriedade

“Assumo publicamente o compromisso de que nós, através de mecanismos criados pela própria legislação federal, estaremos, a partir do pleito apresentado pelo Cristo Redentor, reconhecendo a legitimidade e a propriedade daquele espaço para a Mitra. Isso para que o Cristo possa sempre representar um lugar da profissão de Fé e, acima de tudo, aberto a todos os visitantes”, ressaltou.

O político garantiu que, em setembro, enviou ao município um ‘pedido de regularização fundiária de interesse específico (Reurb-E) em área de proteção permanente’. No documento, a Arquidiocese solicita a ‘legitimação fundiária’ ou a ‘legitimação da posse’ do alto do Corcovado, com base na lei federal 13.465, de 2017.

Disputa acirrada entre a Arquidiocese e o Governo Federal

“Embora hoje o monumento transcenda a religiosidade e tenha se transformado em um ícone de um país inteiro, não se pode descaracterizar sua fundamental natureza católica”, diz um trecho do documento. Também se recorda como os fiéis ajudaram a construir a imagem e cita um decreto da década de 60, que garantiria a doação da área para a Igreja Católica. Entretanto, o governo federal diz que esse documento não é válido.

Recentemente, o Ministério do Meio Ambiente conseguiu na Justiça assumir o controle das lojas de suvenires e do restaurante que ficam no pé da estátua, até então alugados pela Igreja. A disputa se acirrou ainda mais quando o padre Omar Raposo, reitor do Santuário do Cristo Redentor, foi barrado na entrada do monumento por fiscais do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio), no mês passado. O religioso ia realizar um batizado na capela localizada aos pés da imagem. (EPC)

The post Prefeito do Rio promete reconhecer o Cristo Redentor como propriedade da Igreja Católica appeared first on Gaudium Press.

Últimas Notícias

Alemanha: Maioria dos jovens sacerdotes rejeita propostas do Caminho Sinodal

Durante uma coletiva de imprensa online, Matthias Sellmann, diretor do Centro de Pesquisa Pastoral,...

Biógrafo de João Paulo II acusa Pontifícia Academia para a Vida de trair seu fundador

Em uma conferência sobre bioética em Roma, George Weigel acusou a Pontifícia Academia para...

Santuário de Fátima promove Peregrinação das Crianças 2024

O lema escolhido para o evento deste ano foi tirado das palavras ditas pelo...

Rosário flutuante é construído em cidade costeira do Líbano

A iniciativa contou com a participação de diversos católicos para que este ambicioso e...

Audio-Book

148. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=8gGGSaTK2ic Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Quarta Dor...

147. II. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=63iCH0qZxGY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...

146. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=4b50saBVvfY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...