18.1 C
São Paulo
sexta-feira, dezembro 3, 2021

Sicília: não haverá mais padrinhos de Batismo e Crisma por três anos

O arcebispo alega que muitos dos candidatos a padrinhos vivem em situação familiar irregular.

Redação (21/10/2021 11:05, Gaudium Press) É um decreto que talvez seja inédito na história: o arcebispo de Catânia, na Sicília, Mons. Salvatore Gristina suspendeu por três anos a nomeação dos padrinhos de batismo e crisma.

A razão? Polêmica e não menos real, o prelado alude à “situação familiar irregular de muitas pessoas” que são indicadas a padrinhos e que violam de várias maneiras os requisitos canônicos dessa alta missão.

“A tradição secular da Igreja diz que o padrinho ou a madrinha acompanham o batizado ou crismado para que possam ajudá-lo no caminho da fé”, escreveu Mons. Gristina no decreto emitido “ad experimentum e ad triennium” (por um período experimental de três anos). Mas como é que alguém vai ajudar seu pupilo nas múltiplas dificuldades que se apresentam hoje em seus caminhos da fé, se, afinal de contas, não tem fé, ou ela não é sólida, ou não se manifesta em sua vida ?

Mais importante do que estar presente no batismo é ser um farol para a fé dos batizados

Mais importante do que a participação dos padrinhos no rito do batismo, é que estes cumpram a essencialidade da tarefa que lhes é confiada, afirma o Arcebispo.

A relação entre a fé católica e a vida que se leva também é importante, por isso, um bom padrinho deve levar “uma vida de fé de acordo com a função que vai assumir”.

Com efeito, lembra Mons. Gristina, a lei canônica não exige a presença de um padrinho para estes sacramentos, embora o recomende.

O decreto, anunciando a ‘moratória’ dos padrinhos, entrou em vigor no dia 1º de outubro passado. A decisão do arcebispo foi consultada com o conselho presbiteral, que deu uma opinião majoritária a seu favor.

“Esperamos que as coisas mudem e quem está prestes a se tornar padrinho ou madrinha o fará, porque tem a intenção de ser testemunha de um caminho de fé”, ressaltou Mons. Salvatore Genchi, Vigário Geral da Arquidiocese de Catânia.

Com informações CNA

 

The post Sicília: não haverá mais padrinhos de Batismo e Crisma por três anos appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias