18.6 C
São Paulo
quinta-feira, abril 14, 2022

CNBB se une ao Papa em consagração da Rússia e da Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria

O Bispo auxiliar do Rio Janeiro e secretário-geral da CNBB, Dom Joel Portella Amado, presidirá uma Santa Missa na Capela Nossa Senhora Aparecida, localizada na sede da entidade em Brasília.

Brasília (22/03/2022 16:51, Gaudium Press) Em sintonia com o convite do Papa Francisco para a consagração da Rússia e Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Nunciatura Apostólica celebrarão uma Santa Missa Solene.

Celebração na sede da CNBB, no Vaticano e em Fátima

A celebração eucarística, que ocorrerá na Capela Nossa Senhora Aparecida, localizada na sede da entidade em Brasília (DF), está programada para às 7h da próxima sexta-feira, 25 de março, sendo presidida pelo Bispo auxiliar do Rio Janeiro e secretário-geral da CNBB, Dom Joel Portella Amado.

O Papa Francisco realizará a consagração diretamente da Basílica de São Pedro, Vaticano, às 13h (horário de Brasília). A consagração também será realizada no Santuário de Fátima, Portugal, pelo esmoleiro pontifício, Cardeal Konrad Krajewski. Além disso, Bispos de todo o mundo estão se preparando para realizar o ato em suas respectivas nações.

Bispos Católicos de rito latino da Ucrânia

No início deste mês, mais especificamente no dia 2 de março, Quarta-feira de Cinzas, os Bispos Católicos de rito latino da Ucrânia pediram ao Papa Francisco, através de uma carta, que consagrasse a Ucrânia e a Rússia ao Imaculado Coração de Maria.

Na missiva, os prelados ucranianos afirmaram estar escrevendo em um momento de grande dor e terrível provação para aquele povo. “Pedimos humildemente a Vossa Santidade que realize publicamente o ato de consagração ao Imaculado Coração de Maria da Ucrânia e da Rússia, conforme solicitado pela Santíssima Virgem em Fátima”, diz um trecho da carta.

Pedido de Nossa Senhora em Fátima

No dia 13 de julho de 1917, durante uma das suas aparições aos três pastorinhos em Fátima, Nossa Senhora pediu que a Rússia fosse consagrada ao Seu Imaculado Coração, advertindo que “se meus pedidos forem atendidos, a Rússia se converterá e haverá paz; se não, ela espalhará seus erros pelo mundo, causando guerras e perseguições à Igreja. Os bons serão martirizados; o Santo Padre terá muito que sofrer; várias nações serão aniquiladas. Por fim, meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre me consagrará a Rússia, e ela se converterá, e um período de paz será concedido ao mundo”. (EPC)

The post CNBB se une ao Papa em consagração da Rússia e da Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias