16.6 C
São Paulo
terça-feira, abril 20, 2021

Crianças asiáticas recebem Primeira Comunhão e Crisma na Terra Santa

As 35 crianças são provenientes de famílias de migrantes das Filipinas e da Índia e vivem em uma comunidade israelense de língua hebraica.

Israel – Jerusalém (24/11/2020 10:00, Gaudium Press) Após seis meses de espera, por conta das restrições impostas pela pandemia de Covid-19, dois grupos de crianças, pertencentes à famílias migrantes receberam sua Primeira Comunhão e Crisma em Tel-Aviv, a segunda maior cidade de Israel.

As cerimônias ocorreram em datas diferentes. No dia 7 de novembro, por volta de 20 crianças foram crismadas. Já no dia 14 de novembro, 12 crianças receberam sua primeira comunhão. As Missas, realizadas no pátio da Our Lady Woman of Valour, em Tel Aviv, foram celebradas pelo Padre Rafic Nahra, vigário patriarcal, juntamente com o Padre Renato, diretor do centro pastoral paroquial.

Cerimônias adiadas por conta da pandemia de Covid-19

Segundo o Vicariato de St. James para os católicos de língua hebraica de Tel-Aviv, Israel, estas celebrações seriam realizadas no mês de maio, entretanto foram adiadas devido os fechamentos e restrições impostos pelo coronavírus.

As 35 crianças são provenientes de famílias de migrantes das Filipinas e da Índia e vivem em uma comunidade israelense de língua hebraica. Ao longo de mais de um ano elas foram sendo preparadas para receber os sacramentos.

As crismas e comunhões foram um momento de alegria

Para o Padre Benedetto Di Bitonto, que pertence ao Patriarcado Latino de Jerusalém e serve no Vicariato de São Tiago, estes foram momentos de grande alegria para as crianças e seus pais migrantes em meio às dificuldades vividas pela pandemia.

“As crianças estão cansadas das restrições e do ensino à distância, passam a maior parte do tempo estudando no computador. Por isso, as crismas e comunhões foram um momento de alegria. Puderam se encontrar, se reunir, algo que eles não podiam fazer antes, quando não podiam se socializar”, ressaltou.

Para os migrantes, “a Igreja representa em muitos casos o único ponto de encontro em uma vida dedicada quase inteiramente ao trabalho”, acrescentou.

Vicariato de Saint James

O Vicariato de Saint James foi criado para servir os fiéis de língua hebraica que vivem em Israel, imersos em um ambiente cultural e linguístico judaico. Atualmente, as comunidades católicas de língua hebraica ativas encontram-se principalmente em Jerusalém, Tel Aviv-Jaffa, Haifa, Beer Sheba e Tiberíades.

Dentre os inúmeros desafios enfrentados pelo vicariato está a transmissão da Fé, uma vez que as comunidades católicas são minoria. Outro desafio é o de testemunhar a justiça e a paz, servir os pobres, os migrantes e os exilados. (EPC)

The post Crianças asiáticas recebem Primeira Comunhão e Crisma na Terra Santa appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

treze + dois =

- Advertisement -

Ultimas Notícias