“O verdadeiro amor não é água destilada: é água todos os dias, com os problemas, com os afetos, com os amores e com os ódios, mas é isso. Amar a concretude, o amor concreto: não é um amor de laboratório.” Este é um trecho da homilia pronunciada pelo Papa Francisco ao celebrar a missa na capela da Casa Santa Marta na sexta-feira, 10 de janeiro de 2020.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 × três =