18 C
São Paulo
sexta-feira, abril 15, 2022

Paris: Restauração de Notre-Dame deverá pagar imposto à prefeitura

A prefeitura de Paris quer cobrar impostos dos trabalhos de restauração da Catedral de Notre-Dame. O fato de usar um canteiro de obra no espaço comum pode custar entre 18 e 25 milhões de euros em impostos 

Redação (13/02/2022 19:10, Gaudium Press) A prefeitura de Paris está sendo objeto de uma polêmica em relação aos trabalhos de restauração da catedral de Notre-Dame.

A comissão parlamentar sobre a restauração de Notre-Dame terminou seu relatório no último dia 9 de fevereiro. Relatório que será apresentado no dia 16 de fevereiro para validação na Assembleia Nacional.

No documento, os deputados pretendem cobrar um imposto do Estabelecimento Público – órgão que é responsável pela restauração da catedral – por ter utilizado espaço público como canteiro de obras para a reforma da igreja.

O valor do imposto ainda não está definido mas pode variar entre 18 e 25 milhões de euros que deverão ser pagos até à conclusão dos trabalhos de restauração, em 2024.

Doações para a restauração, não para os impostos

Quando o general Jean-Louis Georgelin, presidente do Estabelecimento Público, arrecadou dinheiro dos doadores, o objetivo era unicamente a restauração do monumento, não imaginava que devesse pagar com doações o imposto pedido.

Com efeito, o general explicou que pede desde outubro passado a exoneração do imposto, mas nunca obteve uma resposta oficial da prefeitura.

De sua parte, a prefeitura afirma que está apenas aplicando a lei e que se trata de um assunto sem apelações possíveis.

Contudo, a explicação da prefeitura está longe de ser convincente. De fato, muitas outras prefeituras exoneraram do imposto as obras de restauração de outras igrejas como, por exemplo, Nantes após o incêndio da catedral ou ainda Saint-Brieuc, Le Mans e Dijon.

"Notre-Dame é a alma de Paris. Ela é bela, ela está aqui, ela aguentou".

Uma promessa nunca cumprida

A questão é ainda mais polêmica quando é lembrada a promessa nunca cumprida de Anne Hidalgo, prefeita da cidade. 

Alguns dias após o incêndio desastroso, a prefeita da cidade prometeu uma doação de 50 milhões de euros para ajudar nos trabalhos de restauração.

Contudo, vendo que as doações aumentavam e afluíam de todo o mundo, acumulando cerca de 850 milhões de euros, Anne Hidalgo nunca cumpriu a promessa…

Ao invés disso, propôs que a prefeitura usasse o dinheiro prometido para reformar o entorno da catedral na Île de la Cité. A prefeita afirmou que essa decisão foi tomada em “comum acordo com o Estado”.

Concurso para propor melhorias nos entornos da Catedral

De fato, quatro grandes escritórios de arquitetura participam de um concurso para propor melhorias para a Île de la Cité (bairro onde está localizada a Catedral de Notre Dame).

Embora, os responsáveis do projeto de restauração façam parte do júri que vai eleger o projeto ganhador, a quem tema as mudanças estéticas que estão por vir em Paris…

A parlamentar, Brigitte Kuster, membro da oposição, critica a ação da prefeitura e afirma que a reforma da Île de la Cité estava prevista muito antes do incêndio. A parlamentar lamenta que a prefeitura parisiense não tenha ajudado nas obras de restauração e ainda queira se beneficiar ao cobrar impostos. (FM)

The post Paris: Restauração de Notre-Dame deverá pagar imposto à prefeitura appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias